12 de out de 2010

Um dia chego lá...

"Ser imbecil é mais fácil" - Stanislaw Ponte Preta 


É mais fácil ser burro e ter orgulho de ser imbecil... É bem mais fácil! É rápido, indolor e sem nenhuma complicação ser uma toupeira ( eu disse:  toupeira!) é bem mais simples. Vale mais a pena ser burro por opção do que procurar algum tipo de informação... Afinal de contas, hoje, burrice é algo opcional: ou se aceita, ou não se aceita. 
A preguiça mental é coisa de egocêntrico que vive de momento ralo de felicidade, rivaliza com a grama, aceita qualquer coisa e pensa em nada. 
O que me angustia é ver burrice intelectualizada, todos sabem tudo do nada... A informação inútil é bem mais importante que o importante, o que soma não acrescenta mais, e o menos virou tudo. Estamos entulhados de entulhos, pedregulhos e pedaços de ingenuidade. E quem disse que a ingenuidade é boa? A ingenuidade virou algo agregado à burrice, esperteza e imbecilidade! 
É mais simples ser esperto, antecipar mentira para preparar para uma nova e grande mentira. Tem quem aceita... Tem quem adora falar: " deixa disso".
Espatifam em nossa cara a estupidez e baixamos a cabeça: pecamos pela falta de palavras e comentários... Pecamos pela falta de letras. Engolimos os desaforos, amargamos as leis pessoais, digerimos a falta de sensibilidade. Não se recebe nada em troca! O escambo emocional se perdeu... Eu posso doar alegria que recebo a indiferença, tu podes doar o zelo que não recebes nem muito obrigado. 
A gente segue a míngua da língua... De quem grita muito e nada diz. De quem fala um tanto e não diz nada. 
Me esforço para ser ignorante, mas atualmente, vejo que ser imbecil é mais fácil... O autêntico é quem esconde as orelhas grandes, eu estou me esforçando, um dia chego lá. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Livre para opinar, mantendo a educação..