24 de jun de 2009

O problema é de XY

Eu tinha uma teoria, mas hoje pela manhã ela se foi... Minha teoria era que depois que o homem casa, ele passa a não enxergar mais nada em sua frente. "Oquéi" queridos leitores... Eles não enxergam coadores de café, o próprio café, tesoura, etc... Essas coisinhas simples. No caso do meu pai, por exemplo, casado com minha mãe... Ele usa frases de efeito do estilo: "Sumiram com minhas cuecas" - Notem que o plural significa que minha mãe ou a empregada sumiram com as cuecas dele. Na verdade as cuecas estão no mesmo lugar de sempre, porém ele não enxerga!
Sim, mas essa é teoria antiga, pq hoje pela manhã constatei que é problema de "XY" geral... Vejam bem... Lucas antes de ir para o colégio, desesperado como sempre em não se atrasar - UM PEQUENO PARÊNTESIS AQUI: Tive que estourar pipocas as 6:40 da manhã pq hoje era dia de lanche coletivo no colégio (festa junina) FECHA PARÊNTESIS - Como eu ia dizendo, Lucas desesperado como sempre em não se atrasar fala assim: ( Eis o diálogo, eis fim de teoria e eis início de nova teoria)
- Mãe, preciso levar algo para tomar!
- Filho tem todinho no armário, ou leva dinheiro para comprar refrigerante.

Lucas abre a porta do armário e fica olhando... Depois de segundos "acocado" na frente do armário ...

- Mãe, cade o todinho?
- Lucas meu filho, está na tua frente!
- Não estou vendo!
- Olha direito meu filho e presta a atenção!
- Não vejo!

O todinho estava bem na frente dele. Quando eu digo bem na frente... Era bem na frente, porém não viu! Viram? O problema é de XY mesmo!

P.S. Amanhã provavelmente terei o troco aqui no blog do David (XY alfa - beta - macho da casa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Livre para opinar, mantendo a educação..