19 de set de 2010

Das utopias

"Utopia: Local ou situação ideais onde tudo é perfeito; O substantivo utopia vem das palavras gregas ou e topos, que significam sem lugar. Refere-se especialmente a um tipo de sociedade com uma situação econômica e social ideal. Freqüentemente a palavra é empregada para designar sistemas ou planos de reformas considerados pouco práticos ou irrealizáveis. " Dicionário Aurelio



A politica atual deturpou várias palavras e seus significados quando esses começam a habitar os discursos: Normal, democracia, ditadura, liberdade de expressão, censura, elite, proletário, burguesia e utopia.

Tirando todo o romantismo que cada político nos passa de sua experiência e a falta dela, existe um bem comum: O Brasil, a sociedade. O Brasil passa longe do lugar perfeito e do ideal. Quem jura que estamos avançando não olha para o lado, se olha não enxerga o que o outro vê. Vivemos a era do impraticável que quando passa do papel para o discurso parece que aconteceu.

A política nos tirou o direito à utopia, pois dizem que tudo está perfeito e o que não está será. A falta de utopia nos permite a demonização e a criação dos monstros... "Não pensa como eu, estás louco!" Não se combate a ideia, se combate o indivíduo da forma mais bizarra, demonizando... Deturpando querendo extinguir. O diferente é inaceitável merece o armagedon.

Em épocas de perfeição extrema ou quase lá fico tentando descobrir onde realmente moro. Meu Rio Grande do Sul pode ser diferente do seu, minha São Paulo pode ser diferente da sua e meu Brasil pode ser completamente o oposto do seu... Colocamos nossos espaços palpáveis no imaginário, na experiência pessoal. Ora, se o Brasil está perfeito os Estados também estão não interessa o partido que governe ou a cor da camisa. Mas não é assim que acontece, ou seja, a utopia praticável vem pela metade e de forma ideológica.

Existe algum Estado perfeito? Você mora no lugar ideal? Não conheço registro da perfeição em território brasileiro, logo se as partes estão mal o todo não vai bem. O todo não pode ter avançado se os Estados estão parados. O Brasil é o retrato da sua rua, do meu bairro, do trabalho do meu irmão e da cidade do fulano. No meu Brasil as ruas andam cheias de buracos e nem em todo lugar tem asfalto. No meu Brasil o povo anda fumando crack e maconha na calçada e eu tenho medo de comprar cigarro no boteco da esquina. No meu Brasil tem gente que está no ensino médio e não sabe o que é poesia. Ainda no meu espaço eu pago uma montanha de imposto sob a luz e a água e meu salário não aumentou. No meu Brasil eu preciso trabalhar dobrado para pagar colégio particular, pois sei que a educação pública não mudou. Quando reclamo do meu Brasil, reclamo do prefeito, dos vereadores, dos deputados, dos senadores, do governador e do presidente. Não isento ninguém da culpa... Nem eu. Tenho culpa pois devo estar votando errado desde os dezesseis anos de idade.
Eu quero acreditar que a utopia possa ser pensada, até porque quero crer que exista uma educação melhor, uma segurança segura, o trabalho dos sonhos... Enfim o lugar ideal.

No mundo não existe lugar ideal... Cada qual com sua utopia. Não comparo meu País com os Estados Unidos nem com a África. No caso dos EUA existe dois mundos de distância e com a África um oceano.

Quando penso em utopia penso em abismos. Existe um abismo imenso entre imaginar e acontecer, fazer e falar que vai fazer. Das utopias, conheço as impraticáveis, pois a perfeição não existe. Dos abismos o mais justo é a consciência de cada um.



PS. = Ando com preguiça das cegueiras partidárias transformadas em comentários de blogs e twitter. Aviso: Se é para ler besteira, abro os estatutos partidários e suas filosofias. Vocês já leram algum estatuto partidário? Vale a pena. Ali a utopia transformada em algo praticável.

PS. 2= Quero agradecer os amigos que me desejaram feliz aniversário. :D O dia foi maravilhoso ao lado de toda família, meu filho do qual tenho o maior orgulho e meu marido lindo, maravilhoso, inteligente e que me faz a pessoa mais feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Livre para opinar, mantendo a educação..