3 de ago de 2010

O bonzinho é um otário!

Ser bonzinho virou sinônimo de burrice. Seja bom para te levarem os braços, seja bom para te pedirem mais, seja bom para ser lembrado quando convém e seja bom para escutar e não falar.

Você bonzinho é o coadjuvante da vida alheia e acaba se tornando coadjuvante em sua própria quando se preocupa em demasia em arrumar os problemas dos outros.

O bonzinho está em desuso, é decaído, "facinho", não sente, não chora, não grita e não tem vida própria. O bonzinho é um ouvido-de-penico; ele está a disposição para escutar, mas não pode abrir a boca para criticar... Ser bonzinho não combina com pensar.

Bonzinho é um lugar comum, todos são, todos já foram e todos serão. O bonzinho nasceu para se foder... Se fode porque é bonitinho, se fode porque é inteligente e se fode porque tem paciência!

Um bonzinho revoltado não existe! Bonzinho não se revolta e a vida é sempre um mar de rosas... O bonzinho passeia pelos problemas, não é lembrado nem apegado. Você pode passar três meses sem telefonar para o bonzinho que assim que seus problemas aparecerem é só você chamar... Ele é ótimo em emprestar: livros, dinheiro, tirar de encrenca e ser bode expiatório. É incrível, o bonzinho estará sempre disposto a falar que você estava com ele e não fazendo merda por aí.

Alguém inventou que ser bonzinho é profissão de idiota. O bonzinho não interessa mais!

Bom é ser maldoso, sem educação ou elegância. Bom mesmo é atropelar sem ir à luta, é ficar sentado esperando os sonhos dos outros se realizarem para proveito próprio! Bom é ser estúpido, gritar e falar alto, chamar atenção para os defeitos e culpar os outros quando faz algo errado! Bom é ser arrogante e sem noção! Bom é fazer piada com todos e tudo e dizer que a liberdade é que permite esse tipo de expressão! Bom é não respeitar nada, fazer o que der na telha, agir com hipocrisia... Ser Bom hoje em dia é ser Ruim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Livre para opinar, mantendo a educação..