11 de set de 2009

Alguém precisava iluminar nossa educação

Hoje levei um susto! Um pouco antes do almoço a coordenadora do colégio do meu filho ligou para casa me contando que meu filho havia sido mega violento no colégio com seus coleguinhas. Eu já sentada, perguntei: " Mas pq ele foi violento, o que houve?" Resposta:
" As crianças estavam fazendo aquelas bincadeirinhas típicas de criança, se xingando e tal e o Lucas resolveu bater neles." Daí perguntei como quem não quer nada se por acaso estavam chamando ele de gordo... A coordenadora disse que sim e que meu filho havia batido nas crianças e disse inclusive que o padrasto ( David) e eu ( mamãe aqui) que falaram para ele bater. Ela pergunta... Isso é verdade?
Resposta de mamãe aqui: " Olha, faz algum tempo que meu filho vem machucado para casa e nos conta que todo dia ou alguém bate nele ou alguém xinga ele de forma gratuíta. David já falou para as professoras do turno integral que o Lucas inclusive não quer mais ir ao colégio por causa disso, mas como não adiantou realmente nós falamos para o Lucas começar a se defender, até pq meu filho tem o dobro do tamanho dos coleguinhas dele de altura e é mais forte... Se mexem com ele , ele tem o direito de se defender, já que isso foi conversando com as professoras. E eu disse para ele inclusive que se desse algum problema não era para se preocupar que nós iriamos resolver no colégio, entendeu?"
Resposta da coordenadora:
"Nossa eu não sabia que o Lucas estava passando por isso no colégio. Já conversei com a turma e pedi para todos que incomodaram o Lucas pedirem desculpas para ele. Assim que tu buscares ele no colégio, conversa com ele e descobre quem está batendo nele e quem está xingando para eu chamar os pais aqui, ok? "
*****

Bem gente, o negócio é o seguinte... Creio muito na lei do retorno. Se me dão um tapa na cara, devolvo dois, se me xingam de alguma coisa... Xingo logo a mãe para dar mais efeito. Mas meu filho não é assim... Ele fica preocupado em se defender pq os coleguinhas dele são muito mais baixos que ele e sim... Existe uma menina que bate nele, e ele aprendeu por aí que em "mulher não se bate nem com uma rosa", não fazendo a distinção entre violência gratuíta e lei do retorno. Meu filho entre os pais de todos os colegas é visto como um dos meninos mais educados: pede com licença, diz muito obrigado, fala estou satisfeito e não é briguento... Porém fazia algum tempo que reclamava de discriminação pq está acima do peso. Estamos controlando isso e tal, mas a crueldade infantil existe e Lucas não se defendia. Hoje ele se defendeu de quase 15 crianças... Penso eu que não vão mais mexer com meu filho.

Pois é eu sou totalmente contra a violência, mas se é avisado no colégio que está acontecendo esse tipo de discriminação e violência e ninguém toma uma providência, um dia " a casa cai", e o que sofre vai se defender... Proporcional ao tamanho de tempo que ficou quietinho escutando e apanhando e não contando para ninguém, ou quem sabe se fazendo de : "isso é coisa de criança"

Quero dizer para vocês que meu filho teve orgulho dele mesmo, pois se defendeu. Teve orgulho de mim e do David pois dissemos com todas as letras para a coordenadora do colégio que nós é que mandamos ele se defender. Afinal de contas quando pagamos um colégio particular não é somente pelo ato de pagar e sim pq acreditamos que os profissionais que ali se encontram estão dando o melhor de si, já que não precisam fazer greve por causa de salário.


Confesso para vocês que não assisto a novela da Glória Perez e nem sei o que falam na tal novela sobre escola e crianças, mas tenho que agradecer a Glória Perez pela novela, pq se não fosse por ela, hoje os coleguinhas agressivos do Lucas certamente seriam tratados somente como crianças que fizeram um ato de crueldade. A coordenadora me informou que vai chamar os pais dos agressores que além de discriminarem pq ele é gordinho batem nele de forma gratuíta e disse que vai ficar de olho nas crianças... Até pq é nesse idade que se corrige um possível delinquente.
O Bullying escolar sempre existiu, mas hoje ganha grandes textos justamente pq está na novela. Não sei se dou risada ou simplesmente choro, quer dizer... Precisa aparecer na novela para alguns educadores se darem conta? Pois é Glória Perez "iluminou nossa educação". 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Livre para opinar, mantendo a educação..