3 de mar de 2009

Depois de 10 ANOS...


O que me deixa puta da cara é saber que infelizmente a justiça nesse País é uma droga! Além de lenta, lerda, podre e cheia de burocracia é INJUSTA. Depois de 10 ANOS de espera para que de fato a JACUZZI do Brasil fosse responsabilizada... Ela não foi.
Para quem não sabe, a JACUZZI foi a fabricante que vendeu o ralo sem adequada orientação técnica ao consumidor,(condomínio que Flávia morava) quanto ao potenciais riscos de seu produto caso fosse instalado de forma inaquedaqua. Por exemplo superdimensionado. Foi o superdimensionamento do ralo a causa determinante do acidente que deixou Flavia em coma vigil irreversível
Mas a JACUZZI, segundo os ilustres senhores do post abaixo NÃO FOI CONDENADA! Fica a certeza de que moramos em um "Paisinho" miserável, que deixa marginal milionário solto por aí sem nenhuma punição e trata com omissão quem precisa... Simplesmente fecham os olhos. A justiça aqui não é só cega é TAPADA também.
Daí ainda encontro estômago para ir ao site da empresa JACUZZI e me deparo com isso:

"Dispositivo único de sucção, seguro
para quem tem cabelos compridos."

Vocês estão entendendo? Os cabelos de Flávia foram sugados por causa da negligência dessa empresa, mas eles tem a cara de pau de escrever isso no site deles.
Pelo bem de seus filhos, não os deixem entrar em piscinas com equipamentos da empresa JACUZZI, falem para os seus amigos, parentes e se previnam, pq infelizmente a JACUZZI ,segundo os ministros da quarta turma do STJ, não é responsável pelos danos que seus equipamentos podem causar nas pessoas.


"Amigos e leitores do blog de Flavia:
Hoje, 10 anos e um mês depois de eu ter entrado na Justiça Paulista, foi iniciado e concluido o julgamento do processo de Flavia pelo Superior Tribunal de Justiça em Brasilia - última instância - e é este o resultado:
1. A empresa fabricante do ralo da piscina que sugou os cabelos de Flavia, JACUZZI DO BRASIL, NÃO FOI CONDENADA. Quatro votos contra nossos argumentos e um a favor. Ou seja, apenas um dos cinco ministros de justiça considerou a Jacuzzi co-responsavel pelo acidente com Flavia.
2. Foi excluida minha co-responsabilidade no acidente.
Se vocês se lembram, os reús (todos) argumentavam que eu era co-responsável pelo acidente e os juizes de São Paulo, nas duas sentenças aqui proferidas, vinham acatando esses argumentos e me consideram co-responsável pelo ralo da piscina ter sugado os cabelos de minha filha .
3. O CONDOMÍNIO JARDIM DA JURITI FOI RESPONSABILIDADO 100% pelo acidente com Flavia.
4.A empresa de seguros
AGF BRASIL SEGUROS FOI CONDENADA por não ter me pago o seguro, quando por mim solicitado e no momento devido.
É isso.
Vou chorar um pouco, mas depois eu volto.
IEditora Novitas

Visite o Site e o Blog da Editora Novitas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Livre para opinar, mantendo a educação..