4 de jan de 2009

Nova Ortografia


Desde primeiro de janeiro fomos convidados a participar desde novo engodo multi-nacional, chamado Acordo Ortográfico.
Juro a vocês que li, reli e não entendi absolutamente nada. Não a respeito das regras, mas da necessidade.
Se queriam algo que aprofundasse os laços linguísticos entre os 8 países de lígua portuguesa, por quê então continuam existindo diferanças? Ou eu posso escrever facto, acto, como dizem os portugueses?

Perda de tempo, sem finalidade, sem utilidade.

Neste link
há um resumo bom do acordo. Só não se espante com a quantidade de "no entanto" presentes às regras. É que as excessões são mais importantes... coisas do nosso tal jeitinho...


Nos velhos tempos onde o chato politicamente correto ainda não era a regra de conduta, diríamos todos que é um baita samba do criolo doido...