19 de nov de 2008

Greve dos professores: eles realmente merecem?

Aqui no RS os professores entraram em greve... Praticamente no final do ano letivo, querem aumentar seus salários, tendo em vista o aumento do "piso salarial federal" ( aquela lorota do Lula para jogar a culpa do mau pagamento dos professores em cima dos Estados: quebrados - falidos e dizer que está ajudando).
Sou Pedagoga, eu poderia ter feito um concurso público e ganhar a merreca que os professores ganham no Estado, ficar fazendo greve durante toda a minha vida funcional... Ou dar aulas de acordo com o salário para os alunos (já escutei isso de uma professora aqui do Estado), mas não... Prefiro não trabalhar no Estado! Durante muito tempo, alguns professores alimentam o sonho dourado de trabalhar na rede pública de ensino, porém o que querem na verdade é GARANTIR o salário sem muito esforço, tirando licenças saúde, licença interesse, licença prêmio e emburrecendo os alunos... Pq os professores ganham muito pouco e não tem animo para trabalhar no Estado. Pobres professores... Mas é um círculo vicioso, e quem paga o pato é sempre o aluno!
Conseguir fazer uma greve no final do ano letivo, é um absurdo! São professores que não pensam no aluno, estão pouco ligando para as aulas que ministram dentro da rede pública de ensino, pq justamente sabem que as aulas são horríveis e realmente não acrescenta muito na vida de uma pessoa em crescimento. Se estudar em colégio público fosse bom, não existiriam os colégios particulares e todos estariam nivelados para entrar em Universidade pública... Mas não é o que acontece.
Antes de passar em um concurso público, e literalmente se instalar quase como câncer nas escolas públicas, os educadores deveriam fazer um estágio probatório de no mínimo 5 anos, sem garantia de estabilidade para pelo menos garantir 5 anos de educação com um mínimo de qualidade para os educandos... Pq hoje o que se vê é: Passar no concurso - cumprir estágio probatório - ministrar aulas medonhas - entrar em greve - reclamar do salário - ministrar aulas medonhas - reclamar do salário, etc... Ahhhhhhhhhhhh mas ganham muito pouco, sim ganham... Mas deveriam fazer greve com o ponto cortado e não no final do ano letivo! Engraçado... Que quando o partido do nosso "operário"mais bem pago estava no poder as greves se chamavam PARALISAÇÕES, um nome bem meigo para deixar de trabalhar e ficar empinando bandeirinha na frente do Palácio do Estado, para ganhar talvez 3% de aumento... 10% não sei...
Vergonha na cara é o que falta para os professores atuais, sinceramente entrem nas salas de aula e ensinem os alunos, façam por merecer pelo menos a merreca que ganham, querem aumento para que? Para ficar tirando licença... isso é fato! Se as escolas públicas fossem melhores em qualidade que as particulares, e os professores ganhassem o salário baixo que ganham... Realmente deveriam paralisar tudo! Mas não... O ensino público é uma droga, e os alunos formados nesse ensino RALAM para não se perder pelo mundo! RALAM para entrar em uma Universidade, RALAM para ter uma profissão, RALAM muito, muito , muito... Pq os professores desistiram de ensinar, vale mais a pena se manter no emprego e dar aula quando quer.
Eu se fosse professor, voltaria para a sala de aula e me preocuparia em fazer meus alunos passar no vestibular, sair do colégio sabendo mais do que ler e escrever... E sim pensar... Para depois, TAPADA de razão cobrar meu salário digno!
Não entendo a mística que se criou, que todo o funcionário público é um pobre coitado, existem os que estão pouco ligando para a importância que existe no serviço público, são profissionais da "carreira" e vislumbram somente a aposentadoria com o máximo de benefícios que puder fazer o Estado pagar... Ou seja, nós os contribuintes! O serviço é uma merda? Vamos cobrar, ou ficaremos a vida toda dependendo de greves e injustiças sociais promovidas pelo serviço básico do Estado: Saúde, segurança e educação! Os funcionários públicos mereciam um salário melhor? Sim com certeza, mas certamente merecemos um quadro de funcionários melhor! Se a polícia quer fazer greve, que façam... Pelo menos liberem e facilitem o porte de arma para o cidadão se defender! Se os funcionários da saúde querem fazer greve, beleza! Só comecem a distribuir cartilhas de sobrevivência para o cidadão... E se os professores querem fazer greve, ótimo! Mas por favor... Pelo menos deixem que os pais ensinem em casa, ou outra pessoa que estiver a fim de realmente formar cidadãos preparados para a vida... E claro, contem as aulas que os alunos receberam em casa, como aula letiva... E não como vocês fazem, de ir em uma festa junina no final de semana, e contar como aula extra! Dá para notar como tem algo errado com a educação pública, e os outros serviços? É fim de várzea mesmo!