28 de nov de 2010

Feliz Aniversário, meu amor!

E quando te olho dormindo, acordando, jantando, tomando banho, trabalhando... Te olho, só olho e olho. Pergunto se é verdade, se a gente é verdade e somos mais verdade que carne e sangue, muito mais verdade que um soluço que gera espanto. A verdade dos nossos dias, nós dois dos papos de mesa de bar, do trabalho conjunto, dos filmes e vinhos... Mesmo que filmes ruins, no nosso mundo.

***
Existe em ti um algo mais 
Difícil traduzir... 
Existe um certo tempero, 
Um gosto apurado 
Nem doce nem amargo... 
Um gosto teu-meu. 


Existe uma certa seriedade... 
Uma concentração habitual 
A descoberta do texto pela pontuação 
A pressa no acerto, 
A correção. 


Existe uma alegria constante 
Algo que transborda e contagia 
Um amor mais de amor... 
A quantidade e qualidade 
Equilíbrio entre tudo 
Não gasta... 
E isso é meu-teu mundo. 


Existe uma angústia... 
A dor lá no fundo, 
Aquilo que te faz ser mais... 
A porta que as vezes te trava 
E que eu arrebento... 
Para tu conseguires falar. 


Existe a paixão pelo tudo nosso 
A gargalhada na piada 
A genialidade nas palavras 
Os ensinamentos... 
É isso que transborda. 


Existe a facilidade no foda - se 
Foda - se mundo, 
Foda - se tudo... 
Que não soma, 
Atrapalha e puxa para baixo. 
Descarta - se o que empobrece a mente... 
Fodam - se até os dentes. 


Existe uma bondade infinita, 
O pedido de ajuda que tu conhece pelos olhos... 
A mão estendida que sempre chega antes do falar, 
A palavra que conforta... 
Antes da vontade de chorar. 


Existe em ti um algo mais, 
E sempre vai existir... 
Amor meu-teu 
Teu-meu amor. 

***
E de tudo que poderia dar errado, fizemos dar certo. Driblamos a distância, chutamos a comodidade e embalados pela eterna saudade, nos casamos em comunhão de amor, na gargalhada e no choro desesperado, nas dores imaginárias e nas idas a academia... Na vida, na nossa vida!

Não basta amar...
É necessário ser dramático
Desesperado
E loucamente apaixonado.


(O amor é morno
Quando só é amor.)


Amor precisa ser carregado
Vai te deixar tonto
Desorientado...
E você pode estar há 50 anos casado
Que o mais-que-amor dura,
Inclusive no roubo do contador.


O amigo pode insistir
Que o amor basta...
E eu digo:
Se for só amor, acaba.


Por que o desafio do amor
não é escutar eu te amo
Todos os dias
E sim
Não trocar o olhar apaixonado
Pelo olhar de "bom dia".
***
Porque faz tempo que a gente se apaixona... E todo dia mais e mais. E quero celebrar o amor, a paixão desesperada que sinto, pois sou dramática, invento um creme de beleza novo, uma receita diferente para te surpreender. E quando a gente senta na porta dos fundos admirando a horta com um café e um cigarro na mão, fico longe... Em ti. E apaixono mais e mais, seja por uma pinta nova ou de ver tua alegria esperando o João de Barro ir comer o alpiste na casinha que tu construiu.

Porque se tu sabes o tanto que me sabe,
Deveria olhar para dentro...
Quem sabe,
Saber um pouco mais do teu alento.


E se te sei inteiro
Não sei nem metade do que tu escondes
E chego a te saber em mim,
Na parte que me cabe do que sou.


E se tu cansas de me saber,
Deveria mudar o meu entender
Para talvez saber
Que só sei te saber da tua maneira inteira
Não desprezo o apêndice da conta 
Nem te transformo no número ideal...
Para te saber mentira tumoral.


Certo é que quando penso que sei tudo do certo
É hora de parar e ouvir o que o outro pensa que sabe de certo.
Porque me saber é fácil,
Me buscar nas letras e parênteses é tarefa de amador.


Só sei que me sei enquanto olhos, boca e ouvido
O resto foi invenção tumoral e arrepio do lápis,
E se tu sabes de tudo isso
Sabe, que me sei enquanto tua
Com metade do teu peito
Habitando o teu pensamento.


E se tu sabes onde me saber...
Sabes que para ti é fácil me buscar
É só olhar no espelho
Quando estou distante
Permitindo silêncio.

***
Eu quero te desejar Feliz Aniversário! O "tudo de bom" é pouco para o que te desejo! Te amo cada dia mais e mais! Eu e Lucas temos mais que sorte... Temos o mundo!

E te vejo todo dia...
Amor, paixão, teus olhos,
Nossos momentos...
Te elogio: Tu és poesia, meu amor...Poesia...





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Livre para opinar, mantendo a educação..