4 de jul de 2010

A importância além do esperado

É estranha a grande importância que alguns dão para si mesmos em determinada situação.  Quem se dá uma importância além do esperado sofre de mania de perseguição combinada com um ego imenso.


Isso acontece com frequência com pessoas esclarecidas e descoladas, que muitas vezes fazem uso daquela frase mentirosa: "Eu não me preocupo com o que os outros falam sobre mim". Surge como uma crise de ansiedade... Assim do nada, um gatilho para se sentir imensamente importante e detentor de grande parte da vida útil das outras pessoas.

"Estava escrito nas entrelinhas" - Essa frase é tipicamente de quem vê problema em tudo ou até uma mensagem subliminar direcionada para si. Me expressei mal, na verdade eu deveria ter dito: atitude típica de quem tem um ego gigante. Só pode! Imagina se Augusto dos Anjos lá em 1900 e bolinha iria escrever uma poesia para você ler no ano de 2010 e te enviar um recado? Não... Mil vezes não. Augusto dos Anjos não tinha e-mail, mas com certeza você achou algo semelhante em sua vida ou -- falta de vida -- e se tapou de raiva, achando que foi "descoberto" em uma mancada qualquer.

 -- Crônicas, poesias, contos, romances -- livros, enfim -- fazem com que o leitor se identifique de alguma maneira, mas calma... Não radicalize. --

Outro gatilho também pode ser um e-mail com uma crônica escrita por terceiro, uma poesia, um telefonema, a felicidade ou tristeza alheia, as conquistas ou derrotas dos outros e até a ausência... "Por que fulano, sumiu? Alguma coisa está aprontando." Relaxe, você não é tão importante para os outros pensarem em você o tempo inteiro. Relaxe, você não é tão importante para os outros gastarem metade de seu dia pensando em você. Simplesmente, relaxe.

Eu troco o relaxe, por divirta-se que é bem mais bacana nesse mundinho doido de hoje. Divirta-se, vá em um bom restaurante e esqueça sua maldita dieta pelo menos por um dia. Vá ao cinema, teatro, jogue basquete com seu filho e saia de sua insuportável zona de conforto. Divirta-se! Faça algo que nunca fez ou algo que você adore fazer mas diz que não encontra tempo.

Divirta-se e não gaste uma vida útil como a sua deve ser, preocupado em que os outros estão fazendo ou pensando. Você não é tão importante para esses outros quanto imagina.
Share |

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Livre para opinar, mantendo a educação..