25 de abr de 2010

Clichês

Quantas vezes, você já tentou conversar com alguém, sobre algum problema e a pessoa terminou a conversa assim: "Veja, o seu problema é muito pequeno comparado com o problema do mundo ou do beltrano." Eu já escutei esse clichê inúmeras vezes e considero muito errado.

Sou uma entusiasta do ser humano, por assim dizer. Respeito as individualidades e entendo que cada um é cada um, por esse motivo valorizo os problemas de cada pessoa. Se não posso ajudar, ao menos lhe dou a atenção e meus dois ouvidos e se é para chorar, digo que chore. Se é para gritar, digo que grite.

Todos tem o direito de cultivar e pensar nos seus problemas. Se os problemas do mundo são algo que infelizmente demoram para se "arrumar", ao menos devemos tentar resolver os nossos.

O discurso politicamente correto, ou hipocritamente correto diz que tudo é feito para todos, por todos, etc... Ou seja, não pense em você e não seja individualista... Você não é nada especial, é só mais um. Isso seria bacana, se fosse verdade mas não vejo uma prática real, afinal de contas somos indivíduos com particularidades distintas.

Agir de modo individual nem sempre quer dizer que estamos sendo egoístas, até porque ninguém é uma ilha. Quem pensa em se melhorar, em resolver seus problemas e pensa em si mesmo, acaba atingindo os que estão próximos de forma positiva, e isso é inegável.

Não existe trabalho que renda, se não estamos legais. Não existe conversa agradável, se estamos com a cabeça "a mil" por problemas adiados ou não solucionados. É romantismo demais, acreditar que a pessoa possa se dividir em duas : o Eu profissional do Eu pessoal. Acreditem, isso é tão utópico quanto dizer que "não devemos nos arrepender de nada que fizemos." Sobre esse outro clichê, posso afirmar que é necessário se arrepender, isso é auto conhecimento, é saber o que queremos e não queremos... Trocando em miúdos, é parte da vida.

Nosso mundo utópico e hipocritamente correto é cheio de clichês impraticáveis e muitas vezes quem pensa o contrário é visto como má pessoa. Totalmente contrária a essa linha de pensamento, sigo a "filosofia" : Pense em você para pensar nos outros. Seja individualista, para realmente fazer algo pelo coletivo. Não se desvie do caminho de sua vida... E sim, seu problema pode ser maior que o problema do mundo!





4 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Livre para opinar, mantendo a educação..