2 de set de 2009

Desculpe senhor vendedor... Eu estou aqui só para consumir

Tem vezes que tenho a impresão que antes de comprar alguma coisa e pagar devemos falar assim:
"Desculpe senhor vendedor, ocupado lendo sua revista de piadas, eu estou aqui só pq quero comprar um maço de cigarro e um chiclete, viu? Perdão... O senhor pode me atender?"
Tirando o povo do correio que é simpático, o do super mercado que também é simpático e o da locadora; tem um povo que definitivamente não poderia trabalhar com o público. Não te atendem e ainda por cima te olham com aquele olhar de: “O que tu quer infeliz? Não notou que hoje me programei para não fazer porra nenhuma? “ Penso eu cá com meus botões que todos tem o seu dia de mau humor e vendedores deveriam carregar uma placa dizendo: “Hoje é o dia, não tente comprar nada” 
E aqueles atendentes que experimentam antes de te servir? Olha se em um estabelecimento a cozinha é aberta é para que não reste dúvidas que tudo é feito com o maior capricho, ou é para vermos que a comida é experimentada e depois nos é servida? Desculpem mas isso já aconteceu comigo e com David... Resultado: Nunca mais voltamos no lugar nem para tomar café e eu vomitei até as tripas assim tipo criança enjoada que precisa abrir a porta do carro e vomitar no chão. Não tenho frescura com comida, por sinal como o que estiver no prato... Mas ver certas coisas me deixam com o estômago embrulhado. 
Eu ando muito revoltada com o atendimento de certos lugares... Parece que estão te prestando um favor em te atender. Tipo assim... “Seu dinheiro não vale nada e não paga minhas contas, vai querer a droga do suco ou refrigerante?” Aquele sentimento de constrangimento toma conta de mim, e com certeza não precisa existir entendem?
De contra partida existem os simpáticos demais... Esses se localizam em lojas caras de roupas e sapatos e me irritam ...Como me irritam! Pode parecer besteira mas quando experimento uma roupa não gosto que abram a cortininha do provador, sabe é um momento entre eu e meu sensor do que fica bem e o que não fica, e não aquela coisa treinada do vendedor. Eles falam a mesma coisa sempre : “ Nossa ficou muito bem! Olha que linda!” É tipo assim, se eu quisesse escutar algo para levantar minha moral eu provavelmente perguntaria para o David e não para vendedora de roupa, que logo depois do “Linda e maravilhosa” já te empurra um cinto e um sapato combinando com a peça que tu comprou. Façam o teste... Vistam uma roupa uns 2 números menores tipo verde limão com rosa chamativo cheio de babado e brilho dourado … Sim você ficará parecida com uma pomba – gira fashion e antes de perguntar para a vendedora como você ficou, diga que é para ir em um casamento no country clube de sua cidade. Elas vão olhar e dizer: “ Nossa você vai arrasar” Vendedoras de loja não tem sensor do ridículo, tudo vai ficar bem entendem? 
Enfim pessoas, os serviços vão de mal a pior... Eu gostaria mesmo de achar um meio termo aí mas não encontro. Se é para trabalhar com o público bem que as pessoas poderiam fazer direito e não te tratar como “ pqp vou ter que atender, droga! “ ou como amigo de chimarrão. Notem que desta vez eu nem falei sobre telemarketing... É que agora eles se sentem no direito de bater o telefone na tua cara e te tratar mal, sim... É triste mas o consumidor tá virando um “chato”no Brasil... Esse deve ser o conceito número 1 de treinamento para quem vai atender o público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Livre para opinar, mantendo a educação..