15 de fev de 2009

Veja o que você abandona no vaso sanitário

( imagem do pai google)

Eu nunca fui uma pessoa que cuidei severamente a alimentação. Antes de conhecer o David, uma caixinha com 5 quibes do habib's me deixava super feliz e uma sopinha de queijo da Knorr mais ainda. Porém, consegui constatar que esse mundo de fast - food não estava me prejudicando ( não visualmente) e sim ao meu filho. Some - se aí uma vida sedentária em Porto Alegre, muita bolachinha recheada e suco de pacotinho... Qual a criança de 7 anos que não se acomoda?
Eu tive uma infância saudável no interior, refrigerante só no final de semana... E depois do tema (dever de casa) era só brincar, e mais brincar. Como nunca foi acessível Mc donald's (ODEIO) e nem pizza hut, fui ter celulites depois de ter o Lucas. E só para deixar brotar o veneninho... É impressionante como as meninas de hoje em dia já tem o corpo de mulheres adultas, com todas as imperfeições que se tornam parte da gente depois de uma certa idade. (pronto.. agora o veneno não escorre mais) Eu tinha uma professora de educação física no colégio que falava assim: "vocês ficam felizes quando chamam vocês de gostosas? Se liguem, isso quer dizer que vocês estão com uma bunda gigante, vocês estão com corpão, certo? Não é legal na idade de vocês... No futuro é legal, agora não" Sábias palavras de uma mulher que entende meninas e mulheres. Fazíamos parte das meninas do colégio São Luís que dançavam aeróbica no intervalo dos jogos de basquete do ex - Pitt Corinthias. Não ficávamos bem de malha com corpão. O intuito não era promover o corpo e sim a dança.
Voltando ao assunto alimentação saudável, depois que eu e David juntamos nossas escovas de dentes, tudo mudou... Para melhor lógico... Vejam bem, molho de tomate é feito de tomate e não da caixinha de molho pronto. Óleo de soja? Nem pensar!!! Usamos aqui em casa, óleo de oliva puro ou canola. E assim por diante, o resultado de uma alimentação sem muito sal e açúcar, cheia de coisinhas saudáveis é: perda de peso, principalmente do Lucas que estava bem acima do peso, e isso é perigoso em crianças.
Nos últimos tempos, a droga da minha gastrite começou a atacar... O que eu fiz de imediato? Cortei a minha tão amada Coca - Cola ( amo coca- cola), o meu chocolate diário (uma barra pelo menos) e o chopp ( do provisório em Santa Cruz do Sul na falta de ter o Chopp da Pepsi em Indaiatuba), tirei do meu dia - a - dia minha bebida favorita, café (triste isso eu tomava umas 7 xícaras por dia)... Comecei a comer mais fibras do que comia e muito mais frutas ( para suprir a falta do meu chocolate diário), consumir soja aos montes e mais meu chá de gengibre + cogumelo de sol+ chá verde e chá branco. Vinho pode, viu pessoas? Pelo menos para mim...E para seguir essa linha : eu tenho uma alimentação saudável, conseguimos achar vinho orgânico no super mercado. Muito bom viu? Não tem toda aquela acidez, e é ótimo.
Fato é que eu com minha alimentação super saudável, e remédios paliativos para gastrite consegui diminuir um pouco a dor (meu médico só tem agenda para março) porém consegui constatar que levar uma vida saudável tem todas as coisas boas do mundo, porém o intestino não para de ser saudável também... Durante uma semana ou mais, sejam super - mega - híper - saudáveis e vejam o que vocês irão abandonar no vaso sanitário... Ser saudável implica, em ter um bom ar em mãos, trocando em miúdos... Ser saudável, tem sua dose de cheiro. As pessoas não gostam de falar isso, mas é verdade. Eu que regulei meu intestino, depois de me casar com o David, por causa do tipo de comida que ele faz, ando com o intestino reguladíssimo ultimamente depois de cuidar tudo que como por causa da droga da gastrite. É fato, somos o que comemos... Foi só eu começar a cuidar a alimentação que não senti mais dores no estômago, e até me senti mais disposta a ir a academia ( coisa que andava com uma tremenda preguiça.) Mas o que abandonamos no vaso sanitário é saudável, mas não é nada bonitinho.

* Para os hipocondríacos de plantão, alimentação saudável e remédios paliativos não substituem uma visita ao médico especialista.


Visite o Site e o Blog da Editora Novitas!