11 de fev de 2009

Chuta que é macumba!


Sabem pessoas, existem criaturas que realmente acreditam que se desejam algo de ruim para outra pessoa, inclusive pagando... A vida da outra afunda. Além da pequenez e pobreza de espírito ( pq sim... Isso é coisa de pobre, mas de espírito). Gastam dinheiro, energia e cérebro para insistir que "exús" irão destruir a vida de alguém! Uma das notícias mais bizarras que aconteceram no "plano espiritual" foi um pai de santo ter sido acusado de assassinar um pastor, em Venâncio Aires, e dizer para a polícia que ele não atirou em ninguém... Que isso foi na hora que estava incorporado, trocando em miúdos: quem pode ter atirado foi o dito "exú" ... é triste né? Mas existe gente pequenininha assim.
Por isso que eu sempre digo que creio em pessoas, creio em mim, e creio acima de tudo... Que somos frutos do que fazemos e pensamos. Logo, se alguém se dá ao trabalho de fazer ou pensar maldade para os outros... A vida dela afunda, pelo simples fato de não estar cuidando da sua própria vida, e sim cuidando da dos outros... Acho deprimente.
Nessa mesma linha de pensamento, de mandingas, benzeções e seja lá mais é possível, existem as inofensivas, normalmente viram cultura, folclore sei lá e quase que se tornam verdade... Principalmente com recem nascidos. Querem ver? Se tem "quebrante" é só colocar uma figuinha; se está soluçando... coloca um pedaço de lã na testa da criança; se virou a noite, coloca a criança para dormir ao contrário na cama. E benzer com faca sem ponta? C R E D O ... Acho a cena bizarra, encostar uma faca sem ponta na testa da criança... Cena de filme de terror! Eu já sigo a linha, de que se uma figuinha dá certo quando se é pequenino, pela lógica uma figa gigante deva dar certo quando se é adulto, né não? Não...Não... Essas coisas só dão certo quando se é pequeno(?) .
Voltando ao assunto maldade no plano espiritual, eu juro que tento imaginar a cena de alguém sacrificando um animal para fazer maldade para os outros... Creio que o tamanho do animal influencia nessa hora ( não, sim? Por favor alguém responde)... Se for o caso, imagino um ritual com um elefante ou uma girafa... Deve ser algo realmente triste de ser ver...
E aquelas pessoas que fazem tudo errado na vida, e culpam os outros? Daí sentam na frente de "religiosos" para reclamar, e com certeza devem escutar que são pessoas ótimas que foram usadas, deixadas de lado, etc... Tipo assim, você não se responsabiliza por nada dos seus atos, você é um eterno coitado e burro... Pq quem acredita que não tem culpa de nada que acontece consigo deve ser considerado um grandessíssimo idiota. Daí se desembolsa uma quantia para fazer "trabalho" para os outros... Isso eu acho ridículo! Pensem assim que facilita, se você leitor ou leitora gastar R$ 10,00 toda a vez que for fazer maldade para outra pessoa, e acreditar que vai acontecer e aquela criatura do mal que você está desejando o mal ( ?????????) não acreditar que algo possa acontecer com ela... Não vai acontecer! Sabe aquele ditado: "chuta que é macumba" e tal... Então... Poxa as pessoas deveriam investir seu dinheirinho melhor ao invés de desejar o mal para outras, comparo aqui com a mega - sena por exemplo, quem joga toda a semana, se juntar o dinheirinho que joga em uma caixinha certamente vai perder menos dinheiro, sendo que a probabilidade de se ganhar na mega - sena é pequena, captaram?
No caso específico do pai de santo e do pastor, o que me chamou a atenção é que mesmo que a pessoa seja religiosa, ela não respeita a crença dos outros. Tipo, a minha é verdade... A tua não! Por isso, não sou religiosa e acredito nas pessoas... Se tudo der errado para mim é pq alguma coisa eu fiz de errado, preciso melhorar. Não posso acreditar que o mundo conspira contra mim, ou que espíritos irão tomar as rédeas de minha vida. Isso no meu entendimento se chama PARANÓIA... Que pode inclusive levar a morte e matar. Vejam o caso de Venâncio Aires...O "exú" matou o pastor, existe coerência? Eu acho que não! Sigo a linha de pensamento que deveríamos ter uma polícia especial para espíritos, e o pai de santo deveria estar na cadeia... Antes que outro espírito se "aproprie" do seu corpo e mate mais alguém. E vamos combinar... Se o mundo espiritual é tão poderoso, pq quem faz mais uso disso não resolve usar para o bem?
Quero lembrar aos leitores, que minha opinião sobre esses assuntos não detona um ato de "esculhambar a religião alheia" , respeito imensamente quem crê em alguma coisa, mas pelo lado da bondade , o da maldade não me interessa... Acho perda de tempo. Mas alguém me explica essas mandingas todas e a busca de alguns pela maldade usando a religião? Essas pessoas que buscam a maldade e dizem que acreditam em Deus, não tem medo de ir para o Inferno? Se eu acreditasse em céu e inferno me borraria de medo de fazer maldade. Cade a coerência dos que dizem: "Deus está vendo tudo isso, um dia tem volta" e passam o dia inteiro mentalizando desgraças para a pessoa alheia, em busca da sua felicidade. É tudo muito antagónico!
Essas são coisas que eu realmente não entendo!


Visite o Site e o Blog da Editora Novitas!